Apresentação

O que escrever em um primeiro post? Fiquei pensando. Talvez fosse melhor comprar uma máquina de escrever e matar uma garrafa de whisky para as palavras saírem como um filme do Cameron Crowe. Por acaso, o nome do blog veio do filme “Quase Famosos”  do próprio diretor. Explicando rapidamente já que cheguei até aqui, o filme é baseado nas memórias de Crowe que aos 15 anos escreveu na Rolling Stone e acompanhou parte da turnê do Led Zeppelin. “O Inimigo(The Enemy)” é o apelido dado para o personagem jornalista quando vai acompanhar a banda fictícia Stillwater em uma turnê.

Meu amor pela música passou por tempos vexatórios, não existe uma história bonita como geralmente acontece. Tentarei romantizar. Meu primeiro contato com alguma música que eu realmente gostava veio de uma fita cassete azul que meu pai botava. Cada faixa da fita ele dizia que era de algum membro da família, pois a minha era “Primeiros Erros” do Kiko Zambianchi, anos depois quando o Capital Inicial lançou seu famoso acústico e a música estourou eu já sabia cantar ela de cabo a rabo. Depois disso entrei em uma fase sertaneja, pois é o vexame está começando, ouvia Leandro e Leonardo e mais algumas outras duplas que acho que nem existem mais. Poderia ter parado por aí mas depois disso passei uma época sendo fã de Madonna, não apenas da música diga-se de passagem.

Meados dos anos 90 meu pai ainda me traumatizou com a MPB, superado depois de velho. Já que se está lendo até aqui dá pra aguentar mais um pouco, nessa época viajávamos muito para Região dos Lagos- RJ sempre com trânsito pesado e no carro meu velho botava um Chico Buarque e cia no último volume, o trauma foi muito grande e me causou alguns problemas em namoros

O rock veio bater na minha porta pouco antes de uma turnê dos Stones em 95. A MTV, sim ela já teve música, e a Rádio Cidade do Rio de Janeiro me ajudaram muito, não só por tocar músicas sensacionais, mas também por contar com uma equipe que deve ter mudado a cabeça muita gente. Sinto muita falta dessa época, ir ao supermercado se tornou a melhor coisa da semana, já que minha mãe trocava ajuda nas compras por cds na saída em Petrópolis no falecido Hiper Bazar. Dali veio minha primeira coleção, perdida por festas e por minha desorganização, o fato é que daí pra frente tento ouvir de tudo, o que começou com muito rock se alastrou pra muitos estilos de música, sem exageros.

Não existe nada melhor do que ir a shows, seja de banda desconhecida ou conhecida, o blog vem para dividir um pouco de cada coisa que senti e sinto com a música com vocês tentando não ser muito chato. Sim, não estou falando desse texto!!! Esse espaço terá muita banda nova, antiga, festivais, bebedeiras, críticas de álbuns e muito mais toda quarta-feira dia da Hora do rock e da reprise do Parada Alternativa, programas na Frequência Máxima  com o melhor do rock. Conto com a leitura dos amigos e inimigos.

Além do blog também estarei no instagram com muitas fotos aleatórias, já que sou um fotografo amador, e também muitos discos que passam pela vitrola por aqui.

Abraços,

Gabiru