SURPRESAS E DECEPÇÕES (PARTE 2)

Na minha postagem do dia 9 de junho, após a 5a rodada do Brasileirão, eu chamava a atenção do leitor para as equipes que ocupavam as 6 primeiras colocações. Na ocasião, Corinthians, Grêmio, Fluminense, Coritiba, Bahia e Chapecoense despontavam com grandes exibições e surpreendiam todos os analistas. Ao mesmo tempo, equipes como Palmeiras, Flamengo, Atlético-MG e Santos, considerados os grandes candidatos ao título de 2017, se arrastavam com campanhas muito aquém das suas possibilidades. Lembro de ter levantado duas questões, a primeira sobre a capacidade dos que ocupavam as primeiras colocações conseguirem se manter no topo, e a segunda, se os “favoritos” que estavam em má fase teriam força para se recuperarem no decorrer da competição.

Pois bem. Chegamos à antepenúltima rodada do primeiro turno, e daqueles que estavam lá em cima apenas Corinthians e Grêmio, respectivamente, líder e vice-líder, se mantiveram e convenceram com uma campanha equilibrada e consistente, sendo que o Timão é o único invicto do campeonato com inacreditáveis 83,3% de aproveitamento. São 12 vitórias e apenas 4 empates, com uma campanha impecável até aqui. Por outro lado, os outros 4 que à época completavam o G6 , hoje estão na parte de baixo da tabela: Chape(11), Fluminense(12), Bahia(14) e  Coritiba(15). Já Flamengo, Santos e Palmeiras conseguiram reagir, e hoje estão no G6 ao lado do surpreendente Sport, sob o comando do experiente Vanderlei Luxemburgo; o Atlético-MG continua sendo a grande decepção do campeonato até o momento. O Corinthians dificilmente será alcançado pelo Grêmio nessas três últimas rodadas, o que lhe garantirá o título simbólico de campeão do primeiro turno, com todo merecimento, diga-se de passagem.

As três próximas rodadas são importantes, mas longe de serem definitivas. Por enquanto Corinthians, com mais eficiência, e Grêmio, com o futebol mais vistoso até o momento, despontam como grandes candidatos ao título. Contudo, temos logo abaixo Santos, Flamengo e Palmeiras que ainda podem embalar na competição e pressionar os dois primeiros colocados.

O certo é que teremos em seguida um segundo turno intenso e cheio de grandes emoções. Podemos ter surpresas? Decepções? O tempo vai mostrar. Vale torcer e conferir.

Grande abraço.